Tipos de Resíduos Industriais
Resíduos: o que são e quais tipos existem

São considerados resíduos os “restos” das matérias-primas que após a transformação pela indústria não viram produtos, mas sim materiais descartados após o beneficiamento ou produtos/embalagens pós consumo humano. Esses materiais podem ser reaproveitados ou reciclados, reiniciando a cadeia de processos produtivos ou transformados em combustível alternativo (CDR – combustível derivado de resíduos), aproveitando o poder calorífico dos mesmos.

Entretanto, nem todos os resíduos podem ser descartados da mesma forma. Dependendo da sua origem e classificação, devem ser manuseados de maneiras específicas para não contaminar o meio ambiente e/ou agredir a saúde humana e evitar passivos ambientais.

Acompanhe nosso artigo e saiba mais sobre os tipos de resíduos e como a Biosys Ambiental pode contribuir para o seu correto gerenciamento.

Classificação e tipos de resíduos

De acordo com o artigo 3º, inciso XVI da PNRS, entende-se por resíduos sólidos: “material, substância, objeto ou bem descartado resultante de atividades humanas em sociedade, a cuja destinação final se procede, se propõe proceder ou se está obrigado a proceder, nos estados sólido ou semissólido, bem como gases contidos em recipientes e líquidos cujas particularidades tornem inviável o seu lançamento na rede pública de esgotos ou em corpos d’água”, definindo assim os diversos estados físicos desses resíduos.

Já no artigo 13 da mesma lei, os resíduos são classificados por sua origem e por sua periculosidade (perigosos e não perigosos).

E como os resíduos são classificados segundo a ABNT NBR 10004:2004?

De acordo com esta norma, a classificação é realizada quanto a periculosidade ou não dos resíduos. Como periculosidade entende-se acaracterística apresentada por um resíduo que, em função de suas propriedades físicas, químicas ou infecto-contagiosas, pode apresentar:

  1. risco à saúde pública, provocando mortalidade, incidência de doenças ou acentuando seus índices;
  2. riscos ao meio ambiente, quando o resíduo for gerenciado de forma inadequada.

Resíduos Perigosos são classificados como resíduos Classe I e apresentam características como: inflamabilidade, corrosividade, reatividade, toxicidade e/ou patogenicidade.

Resíduos Não Perigosos são classificados como resíduos Classe II e são divididos em:

Classe II A: são aqueles resíduos chamados de não inertes e podem ter propriedades, tais como: biodegradabilidade, combustibilidade ou solubilidade em água.

Classe II B: são aqueles chamados de inertes, pois quando colocados em contato com a água, não têm suas propriedades físico-químicas e biológicas alteradas.

Resíduos gerenciados pela Biosys Ambiental

Entre os resíduos em estado sólido e semissólido que a Biosys Ambiental gerencia, destacamos:

  • Lodo de ETE, inclusive galvânico;
  • Resíduo de borra oleosa, polímeros, resinas;
  • Borra asfáltica e lamas de catalisadores;
  • Fuligem de fornos classe I e II;
  • Material contaminado com óleo e borra de retífica;
  • Mantas filtrantes e borra de óleos vegetais;
  • Embalagens vazias contaminadas;
  • Resíduos de tintas e pigmentos, borra de tinta, filtros em geral;
  • Areia das rampas de lavagem de postos de serviço;
  • Tecidos contaminados ou não contaminados;
  • Materiais recicláveis (papel, papelão, plásticos, madeira, metais, etc.);
  • Outros tipos de resíduos industriais sob consulta.

Entre os resíduos em estado líquido, produzidos em atividades similares às que geram resíduos sólidos, a Biosys Ambiental também gerencia os seguintes tipos:

  • Emulsões oleosas e efluentes líquidos industriais;
  • Emulsões sintéticas, semissintéticas e minerais;
  • Soluções de glicóis;
  • Água de cabine de pintura, fosfatização e purga de condensado de compressores;
  • Água de lavagem de peças de componentes;
  • Líquidos penetrantes de testes de trincas em peças;
  • Água de caldeira;
  • Água gerada nos processos de estampagem, trefilação, laminação, injeção e galvanoplastia;
  • Efluente de caixa separadora;
  • Outros processos industriais que geram efluentes.

Os resíduos gerados pelas empresas são diversos e devem ser destinados da maneira correta para evitar danos ao meio ambiente e à saúde pública.

Com a certificação internacional ISO 14001, a Biosys Ambiental garante que todos os seus processos estão alinhados para, desde a coleta até a destinação final do resíduo, garantir o menor impacto ambiental possível e a eliminação total de passivos. Conte com a Biosys Ambiental para fazer o gerenciamento correto de seus resíduos. 

Para mais informações, contate-nos: (51) 9 9571.2277 / (51) 3536.2277

LEIA
TAMBÉM

A Biosys Ambiental conquistou a certificação internacional ISO 14001, passando a integrar o seleto grupo de empresas gaúchas de gerenciamento de resíduos a possuir uma certificação em qualidade ambiental. Saiba mais sobre nossa conquista.
São considerados resíduos os “restos” das matérias-primas que após a transformação pela indústria não viram produtos, mas sim materiais descartados após o beneficiamento ou produtos/embalagens pós consumo humano. Acompanhe nosso artigo e saiba mais sobre os tipos de resíduos e como a Biosys Ambiental pode contribuir para o seu correto gerenciamento.
Desde o início da era industrial até a era digital, muitas transformações aconteceram ao redor do mundo. Uma delas está no aumento da preocupação relacionada aos temas ambientais e ao desenvolvimento sustentável. Na natureza, porém, nada é desperdiçado. Tudo é continuamente metabolizado e interage de forma dependente...
Um debate que é considerado imprescindível para a Biosys é a sustentabilidade inovadora. No último trimestre, realizamos uma live que contou com diversos profissionais para analisarmos em conjunto O Futuro Sustentável dos Bons Negócios. Nesta ampla análise a professora da UFRGS, Istefani Carisio de Paula, abriu o ponto inicial:A sustentabilidade é inovadora?
O Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) é um requisito obrigatório para empresas obterem ou renovarem a sua Licença Ambiental. Ele indica, entre outros, os seguintes dados: – Quais resíduos sólidos a empresa gera; – A quantidade de resíduos sólidos gerados; – A metodologia usada no manejo destes resíduos.
As empresas estão cada vez mais preocupadas com as questões ambientais e seus danos, conhecidos como passivos ambientais, pois sabem que podem gerar consequências agravantes ao meio ambiente e ao seu negócio.
No dia em que comemoramos o Dia Mundial da Terra, a Biosys fica orgulhosa de saber que está ativamente contribuindo para a manutenção do meio ambiente ao gerenciar resíduos industriais de forma a torná-los combustíveis alternativos.
Hoje a Biosys completa 4 anos e tem muitos motivos para celebrar e se orgulhar. Seguimos ativos no mercado, cuidando do planeta e das pessoas, inovando a serviço da sustentabilidade de diversas empresas gaúchas.
Biosys presente na mídia comunicação do RS e do Brasil, compartilhando com o público a importância da escolha do local estratégico para sua sede da Biosys.